Após acusações graves, Silvânio e Almeida viram aliados

silvanio-barbosa-e-cico-almeida

O eleitor do vereador Silvânio Barbosa vai ter que coçar muito o juízo, para entender porque cargas d’água o político decidiu subir no palanque de Cícero Almeida e virar defensor ferrenho de seu retorno à prefeitura de Maceió. Não faz muito tempo, em março de 2013, Silvânio disse à imprensa alagoana que “Almeida comandava uma quadrilha” em sua gestão como prefeito do município.

Na avaliação de Silvânio, o prefeito Rui Palmeira, que acabara de assumir o mandato, herdava o “caos administrativo” deixado por Almeida, e atribuiu a falta de recursos em áreas como saúde, educação e infraestrutura a possíveis desvios do dinheiro público. “Isso ocorre porque alguém desviou e certamente foi para o bolso de alguém”, denunciou o vereador.

Algumas das frases alardeadas pelo vereador Silvânio Barbosa sobre Cícero Almeida há pouco mais de três anos:

– “Foi instalada uma quadrilha de larápios na gestão Almeida”.

– “Não há como confiar em uma gestão (Cícero Almeida) em que não houve prestação de contas dos recursos do governo federal”.

– “Havia uma quadrilha comandada por Almeida na prefeitura”.

– “A máscara dele (Almeida) está caindo”.

Almeida reagiu e acusou Silvânio Barbosa de “extorquir todos os prefeitos que passaram por Maceió”, além de reforçar que o vereador não teria moral e nem dignidade para falar dele, mas, hoje, o cenário entre os dois é só de paz e amor. Estão juntos, coligados, aliados, parceiros e, daqui a pouco, estarão pedindo votos um para o outro, sem nenhum constrangimento de um ser chamado de ladrão do dinheiro público, e o outro de estelionatário. Ao contrário, vão estar se elogiando mutuamente.

Em jogo, a disputa pelo poder, os escrúpulos, esses não importam nadinha.

bernadino