Arsal acompanha pesquisa de vazamento de Gás Natural em todo Estado

Procedimento ocorrerá a partir desta terça-feira 6 de setembro até o dia 7 de outubro

3dc6e0ce6255a54703eea2cec6b74f56_L

Toda a rede de distribuição de Gás Natural Canalizado do Estado será inspecionada por meio de uma Pesquisa Anual de Vazamento, realizada pela Gás de Alagoas S.A. (Algás), com o acompanhamento dos técnicos da Agência Reguladora de Serviços Públicos (Arsal). O procedimento ocorrerá a partir desta terça-feira 6 de setembro até o dia 7 de outubro.

A inspeção acontecerá em 40 unidades consumidoras dos segmentos residenciais e comerciais, previamente definidas pela Arsal, nos 28 postos automotivos de Gás Natural Veicular (GNV), 15 indústrias, uma base de compressão, uma unidade de co-geração e 15 estações do sistema de distribuição de gás, nos municípios de Maceió, Penedo, Rio Largo, Atalaia, Pilar, Santa Luzia do Norte, Satuba e Marechal Deodoro.

A pesquisa anual foi instituída pela Agência Reguladora como forma de prevenir a ocorrência de incidentes, minimizar os riscos, garantir a continuidade do fornecimento de gás canalizado e maior segurança aos usuários do serviço.

Este é o oitavo ano da realização da pesquisa. Durante o procedimento, todos os pontos de possíveis vazamentos são testados e, caso algum seja identificado, é quantificada a concentração de gás existente, avaliado o grau de risco e feitos os reparos necessários para eliminar o problema, no prazo máximo de até uma hora.

Ao final do trabalho, um relatório produzido pela Algás é entregue à Arsal, que irá avaliar se todos os procedimentos estabelecidos foram executados corretamente.

O sistema de distribuição de gás natural atende 9.034 unidades consumidoras em Alagoas, sendo 29 indústrias, 31 postos automotivos, 547 estabelecimentos comerciais, 8.423 unidades residenciais (condomínios, prédios) e quatro unidades de co-geração (que utilizam o gás para geração de energia), em oito municípios: Maceió, Penedo, Rio Largo, Atalaia, Pilar, Santa Luzia do Norte, Satuba e Marechal Deodoro.

Para informações acerca dos serviços prestados na área de Gás Natural Canalizado, qualquer cidadão pode ligar para o 3315-2514 (Gerência de Gás da Arsal). Sugestões, reclamações ou denúncias podem ser formuladas por meio da Ouvidoria, pelo telefone de discagem gratuita 0800 284-0429 (segunda a sexta, das 8 às 14h) ou na página eletrônicawww.arsal.al.gov.br.

Vanessa Alencar – Agência Alagoas

05/09/16