Assassina mexicana diz que fazia sexo com cadáveres e que bebia sangue das vítimas depois de decapitá-las

“La Peque” disse também ter testemunhado um homem ter a cabeça esmagada

1x02v17tx3_8q7pozkro3_file

Conhecida como Juana “La Peque” — ou “A Pequena” —, uma sicaria (assassina) de um dos maiores cartéis de drogas do México fez uma confissão impressionante de sua cela de prisão na Califórnia: ela diz ter tido relações sexuais com cadáveres decapitados, além de ter bebido o sangue dos corpos.

r7

30/07/16