Brasil atropela a China e começa com o pé direito a busca pelo ouro no futebol feminino 3 x 0

Time comandado por Vadão tem paciência, supera a retranca asiática e Marta deixa o campo ovacionada

2016-08-03t202805z_685447140_rioec831ku5ip_rtrmadp_3_olympics-rio-soccer-w_kKtxDsN

 O Brasil começou com o pé direito a busca pela inédita medalha de ouro no torneio de futebol feminino dos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Nesta quarta-feira, no Engenhão, a equipe comandada por Vadão venceu por 3 a 0 a China em partida válida pelo Grupo E. Os gols do jogo foram marcados por Mônica, Andressa Alves e Cristiane. Marta, que deu assistência para o segundo gol brasileiro, foi substituída e deixou o gramado ovacionada pelo público.

O Brasil precisou de paciência para furar o bloqueio da China no primeiro tempo. Em boa parte do jogo, a equipe asiática colocava 11 jogadoras atrás da linha da bola. O time de Vadão tentou as investidas pelo meio, mas não dava resultado. Na sequência, quando começou a abrir as jogadas pelos lados do campo, a situação melhorou. A pressão aumentou e o gol ficou mais perto. Ele saiu aos 34 minutos, quando Marta levantou na área, a goleira saiu mal, a zaga errou e a bola sobrou para Mônica, que meteu a cabeça na bola e abriu o placar. Para se ter uma ideia da pressão, a seleção brasileira teve 65% de posse de bola, nove escanteios e 12 finalizações.

Com o placar favorável, e um peso a menos nas costas, a seleção brasileira se soltou mais no segundo tempo. Ganhou espaço no campo, deixou as chinesas se enrolarem com seus próprios erros, fez mais dois gols e poderia ter deixado o Engenhão com um placar ainda mais elástico. Destaque para a entrada de Andressinha, que no primeiro toque na bola encontrou Marta livre pela direita. A camisa 10 dominou com habilidade e rolou para Andressa Alves ampliar. Também saiu dos pés de Andressinha a cobrança de falta que foi desviada por Cristiane para fechar o placar.

Globo esporte

03/08/16