Governador lança consórcio que mudará saneamento na parte alta de Maceió 

Ação é considerada histórica, porque potencializa investimento de dinheiro privado na aplicação de esgotamento sanitário

obra-esgoto-uniao

O governador Renan Filho lançou, nesta quinta-feira (15), o programa de Saneamento da Alta Maceió. A ação se constitui em um dia histórico pois potencializa investimento de recurso financeiro privado em esgotamento sanitário através de um consórcio.

O Sanama é um consórcio entre iniciativa privada e a Companhia de Saneamento de Alagoas (Casal), que vai melhorar a vida de 160 mil pessoas dos conjuntos Eustáquio Gomes, Cidade Universitária, Benedito Bentes, Colina dos Eucaliptos, Clima Bom, Antares, Tabuleiro, Santos Dumont e Santa Lúcia.

Uma das marcas desta obra será a sua velocidade. A previsão de conclusão é o ano de 2018.

“Nos últimos 15 anos, foram investidos em Maceió R$ 50 milhões. Para se concluir o esgotamento sanitário da capital é preciso de aproximadamente R$ 1,5 bilhão. Se continuaremos neste ritmo de investimentos levaríamos 450 anos para concluir o esgotamento sanitário da capital. Queremos continuar fazendo estes investimentos para, verdadeiramente, melhorar a vida das pessoas”, explicou Renan Filho.

Na ocasião, o governador operou a retroescavadeira dando início à obra.

Compartilhados

Sobre os investimentos, o governador salientou a economia de gastos na área de saúde. São R$ 200 milhões em investimentos compartilhados na parceria público-privada. Deste valor, segundo Renan Filho, R$ 750 milhões serão economizados no tratamento de doenças de veiculação hídrica.

“O impacto direto de obra de esgotamento sanitário é na saúde. As pessoas adoecem menos”, comentou o governador. Por fim, Renan Filho assegurou que outros convênios serão lançados em breve para promover o saneamento básico no entorno do bairro de Farol. “Estamos usando a agilidade da iniciativa privada para melhorar a vida do cidadão”, completou.

Cadú Epifânio – Agência AL

15/09/16