Menino alagoano que lutava contra leucemia morre em hospital

jhuan

O pequeno Jhuan Carlos, que completaria cinco anos nesta quarta-feira (3), morreu em decorrência da leucemia. O menino lutavam contra a doença desde seus dois anos de idade. Ele morreu na noite de terça-feira (2) em um hospital particular de Maceió.

Jhuan e a família enfrentavam a espera do transplante de medula óssea, o garoto participou de várias campanhas alertando sobre a importância da doação.

O presidente do instituto Antônio Lima, Arthur Amorim, disse que em uma campanha realizada nos últimos dias em Pão de Açúcar, cidade no Sertão alagoano, onde o menino morava, cerca de 300 pessoas fizeram o cadastro para a doação de plaquetas.

“A história do Jhuan sensibilizou muita gente e acabou ajudando a aumentar o número de pessoas no cadastro para doação”, disse Lima.

No último mês, o menino e os pais receberam apoio para realizar alguns sonhos dele. O menino voou de helicóptero pela orla de Maceió e recebeu uma mensagem de incentivo de seu ídolo, o cantor Wesley Safadão.

O sepultamento está previsto para 15h, no cemitério de Pão de Açúcar.

G1 AL