Missa, vitória alvinegra e baile: a história do duelo Atlético x Schalke disputado há 65 anos

Depois da desbravadora excursão pela Europa em 1950, Galo volta a enfrentar o time alemão nesta quarta-feira, no primeiro jogo pela Florida Cup, nos Estados Unidos

Zé do Monte divide a bola com Kuzorra

Atlético e Schalke 04 têm um reencontro marcado depois de 65 anos. Os clubes voltam a se enfrentar nesta quarta-feira, nos Estados Unidos, pela Florida Cup. O confronto de 1950 é histórico, fez parte da épica excursão do Galo ao continente europeu.

No final de 2015, para festejar os 65 anos dos “Campeões do Gelo”, título simbólico recebido pelo Atlético pelas vitórias em gramados cobertos de neve, o Centro Atleticano de Memória criou a conta “Galo Memória” no Twitter. O perfil narrou em “tempo real” a viagem do clube, baseada nas memórias de Vavá, único integrante da delegação ainda vivo.

A partida contra o Schalke, em Gelsenkirchen, na Alemanha, era uma das mais aguardadas pelos atleticanos. O time adversário tinha cinco jogadores titulares da seleção alemã.

Observado pelos técnicos das equipes, Zé do Monte troca flâmulas com o capitão do Schalke

Era 12 de dezembro de 1950. No dia do jogo, o primeiro compromisso do Atlético foi religioso. O elenco foi à missa. “Todos uniformizados, estamos sentados nos primeiros bancos da igreja. O sermão é proferido em português. O padre alemão já morou no Brasil! Ao final da missa, cantamos o Hino Nacional”, descreveu Vavá no “Galo Memória”.

O ex-atacante lembrou ainda do cenário encontrado nas ruas de Gelsenkirchen, com as marcas da Segunda Guerra Mundial. “Observem como ainda há muitos estragos causados pela guerra”.

O estádio estava lotado para ver o confronto, cerca de 30 mil pessoas foram ver o jogo e a despedida dos gramados de duas lendas do Schalke: Fritz Szepan e Ernst Kuzorra. O time alemão 04 entrou em campo com: Kersting; Matzek, Krauße; Zwickhöfer, Karla, Dargaschewski; Sandmann, Szepan, Eppenhof, Kuzorra, Behring. O Atlético iniciou com: Kafunga; Juca, Oswaldo, Afonso, Zé do Monte, Haroldo; Lucas, Lauro, Vaguinho, Alvinho, Nívio.

Integrantes do banco de reservas do Galo se protegem do frio de Gelsenkirchen

Logo que a bola rolou, o Galo impôs sua superioridade. Aos quatro minutos, Lucas Miranda abriu o placar, depois de grande jogada de Nívio. Aos 32, Vaguinho ampliou. No segundo tempo, aos 18 minutos, Lucas Miranda fez o segundo dele e o terceiro do Atlético. O Schalke descontou com Mallinowski, aos 34 minutos. Final 3 a 1.

“Estamos bastante felizes por conquistar nossa terceira vitória em quatro jogos em gramados da Europa”, festejou Vavá.

Do gramado, os jogadores do Galo foram para a sede do Schalke 04, anexa ao estádio. Um banquete foi servido aos atleticanos. “O ambiente é maravilhoso. Compareceram diretores e jogadores alemães, com suas esposas e namoradas.”

Porém, nada de bebida alcoólica para os jogadores brasileiros. A excursão pela Europa não tinha terminado. “Por determinação do Dr. Abdo, nós não podemos ingerir bebida alcoólica. O banquete é regado a suco de maçã!”, relembrou Vavá no “Galo Memória”.

A recepção na sede do Schalke terminou com um animado baile. Depois, todos rumo à estação ferroviária de Gelsenkirchen. O destino era a Áustria, onde o Atlético enfrentaria o Rapid Viena.

Histórico do Atlético contra alemães

1/11/1950 – Munich 1860 3 x 4 Atlético Amistoso
4/11/1950 – Hamburgo 0 x 4 Atlético Amistoso
5/11/1950 – Werder Bremen 3 x 1 Atlético Amistoso
12/11/1950 – Schalke 04 1 x 3 Atlético Amistoso
20/11/1950 – Saarbrücken 0 x 2 Atlético Amistoso
26/11/1950 – Eintracht Braunschweig 3 x 3 Atlético Amistoso
26/7/1972 – Colônia 1 x 1 Atlético – Amistoso
17/7/1980 – Atlético 4 x 1 Hamburgo – Torneio de Lille
12/8/1982 – Atlético 2 x 2 Hamburgo – Torneio de Bilbao
17/8/1982 – Seleção de Mannheim 1 x 1 Atlético – Amistoso
20/8/1982 – Wiesbaden 2 x 8 Atlético – Amistoso
22/8/1982 – Saarbrücken 1 x 1 Atlético – Amistoso
23/8/1982 – Borussia Dortmund 1 x 0 Atlético – Torneio Villa de Madrid
28/7/1983 – Borussia Dortmund 1 x 2 Atlético – Amistoso
1/8/1986 – Blau Weiss 2 x 4 Atlético – Amistoso

Superesportes