Novas vias ampliam acessos entre bairros e revelam paisagens em Maceió

josefademelo

O deslocamento entre as partes alta e baixa de Maceió ficou mais ágil nos últimos anos com a construção da Avenida Josepha de Melo, entre os bairros de Cruz das Almas e Barro Duro. Além dela, considerada alternativa de tráfego entre regiões mais distantes, Maceió ganhou novas vias públicas que promovem integração e melhoram as condições de tráfego local.

As novas vias também descortinam novas paisagens da cidade e mudam completamente as condições de vida dos moradores do entorno. É o caso da Avenida Pontes de Miranda, a Via Litorânea, que “descobriu” o litoral de Cruz das Almas a Jacarecica, expandindo a orla marítima urbana de Maceió. A obra foi construída com recursos do Ministério do Turismo e contrapartida da Prefeitura.

Na parte alta da cidade, a avenida Paulo Holanda, no bairro Cidade Universitária, melhorou os deslocamentos para a comunidade universitária da Ufal e os usuários do Hospital Universitário (HU), redistribuindo o tráfego na parte alta.

Na mesma região, foi construída a Av. Nações Unidas e a Av. Manoel Afonso, no bairro de Santa Lúcia, que compôs um sistema binário de trânsito, redistribuindo o fluxo antes concentrado na Av. Belmiro Amorim e melhorando a fluidez do tráfego entre dois dos principais corredores de transporte da capital, as avenidas Durval de Góes Monteiro e Menino Marcelo, a Via Expressa. Para melhorar ainda mais as funcionalidades da nova via, estão em execução obras de infraestrutura em ruas transversais.

Executadas pela Prefeitura, por meio da Secretaria Municipal de Infraestrutura (Seminfra), as novas obras viárias de Maceió priorizam a melhoria da mobilidade urbana em diferentes modais, sendo estruturadas com serviços de drenagem de águas pluviais, meio-fio, calçada e ciclovias, além das faixas de rolamento.

Além de facilitar os deslocamentos, a melhoria da malha viária também dinamiza o setor turístico, o comércio e o mercado imobiliário, despertando o interesse de investidores. A valorização das áreas urbanas requalificadas pode ser observada ao longo da Avenida Pontes de Miranda, cuja construção atraiu grandes empreendimentos imobiliários e comerciais.

Para o secretário municipal de Infraestrutura e Urbanização, as novas avenidas são importantes instrumentos de integração em Maceió e são construídas respeitando padrões de segurança e mobilidade. “A Avenida Josepha de Melo tem 22 quilômetros de extensão e 28 metros de largura, com duas pistas, duas calçadas, uma ciclovia, canteiro central e uma passagem de nível. É uma obra completa”, defende o secretário.

As obras mobilizam ações de diferentes órgãos públicos, como a Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima), que atua na via e nas ruas do entorno, a Secretaria Municipal de Proteção ao Meio Ambiente (Sempma), que atua no licenciamento da obra e na arborização e paisagismo, além da Superintendência Municipal de Transporte e Trânsito (SMTT), responsável pela sinalização e instalação de pontos de ônibus.

Evilásio Soriano

O bairro de Cruz das Almas, onde há grande atividade imobiliária, comercial e turística, recebeu volume significativo de intervenções urbanas. Uma das principais é a Avenida Evilásio Soriano de Cerqueira, que liga os bairros de Cruz das Almas, Jatiúca e Mangabeiras. Inaugurada em dezembro de 2015, a via liga a Rua Roberto Mascarenhas de Brito ao Conjunto Jardim Vaticano. A obra incluiu a construção de calçadas, drenagem e pavimentação em ruas do entorno, com mudanças positivas no sistema de mobilidade na região.

Ecovia Norte

O mais novo investimento do Município na melhoria o sistema viário de Maceió é a construção da Ecovia Norte, que está em andamento e quando estiver pronta, ligará o Benedito Bentes ao bairro de Guaxuma, no litoral Norte da capital.
Cada Minuto