Petista Welton Roberto apresenta proposta ”De Olho na Prefeitura”

i

Você sabia que umas das principais funções do vereador é propor leis municipais que beneficiem a população?O candidato a vereador pelo PT, Welton Roberto, tem questionado os maceioenses sobre o papel do vereador e suas obrigações quando eleito. Um dos seus questionamentos é sobre as lei aprovadas na Câmara de Vereadores de Maceió.

De acordo com Welton, é válida a reflexão sobre os projetos e atuação dos atuais vereadores. “Você lembra de alguma lei que tenha beneficiado você ou alguém que você conhece? Difícil, né? Será que nossos vereadores estão trabalhando direito? Quer dizer, será que eles estão ao menos trabalhando?”, questiona.

Se fiscalizar os gastos da prefeitura é uma das principais funções do vereador, Welton promete que vai ficar de olho na prefeitura para que a verba de Maceió seja utilizada sempre em benefício do povo, com coerência e eficiência. Por onde tem passado, Welton tem feito questão de apresentar o projeto “De Olho na Prefeitura” que, segundo ele, tem o objetivo de fiscalizar a fundo o que o prefeito tem feito ou não.

Aos 47 anos eu entrei na política motivado pela incompetência dos nossos representantes. Estou cansado de ver milhões serem gastos em publicidade, enquanto falta merenda. Cansado de ver nosso povo sofrer sem educação, sem segurança e sem saúde. Enquanto isso, os políticos que deveriam nos defender, se calam. Eu quero mudar isso”, finaliza.

Sobre Welton Roberto

Welton Roberto é filho de um portuário e de uma doméstica, graduado em Direito pela Faculdade Católica de Direito de Santos, onde fez pós-graduação. Também é mestre pela Universidade Federal de Alagoas em Direitos Fundamentais, Doutor em Processo Penal na Universidade Federal de Pernambuco de e PhD em Justiça Penal Internacional pela Universidade de Pavia, Itália.

Casado e pai de quatro filhos, atua há 22 anos como advogado criminalista, é professor adjunto concursado da UFAL nas disciplinas Penal e Processo Penal, professor externo convidado da pós-graduação da UFPE e autor de quatro livros: Decisão Penal Benigna, Defesas Criminais, Paridade de armas no processo penal, A vingança dos dóceis.

bernardino-souto