Serviços de drenagem do Eixo Quartel seguem avançando

Trabalhos estão sendo realizados em três vias urbanas no Farol e continuarão pelos próximos quinze dias

b85ef67f9e5e858297cf0000558fc364_l

O Governo de Alagoas trabalha para amenizar o caos no trânsito de Maceió. As obras do Eixo Quartel, importante alternativa viária à Avenida Fernandes Lima, estão em andamento com serviços de drenagem avançando em três vias urbanas no bairro Farol, na parte alta da capital. Demonstrando verdadeiramente que o Governo do Estado voltou a investir em Maceió, após décadas sem apoio estadual na principal cidade alagoana.

As ruas Miguel Guedes Nogueira, Coronel Lima Rocha e Miguel Palmeira, estão recebendo as obras de drenagem da pista, que visam proteger o asfalto da ação da água, evitando alagamentos e garantindo sua durabilidade. O novo sistema de esgotamento será integrado ao novo que está sendo criado para o Eixo Quartel.

“As obras estão em ritmo acelerado, já concluímos os serviços de terraplanagem e estamos trabalhando na drenagem no Eixo Quartel. Esses serviços irão seguir acontecendo pelos próximos quinze dias”, explica Marcelo Carvalho, superintendente de obras metropolitanas da Secretaria de Estado de Transporte e Desenvolvimento Urbano.

 Trajeto

O Eixo Quartel terá cerca de seis quilômetros de cumprimento, com início na Rua Marieta Lages, no bairro do Farol, próximo a Super Pizza, estendendo-se até a Rua Ranildo Cavalcante, na Gruta, por trás do Hospital do Açúcar, tornando-se uma nova alternativa de circulação viária no sentido Sul/Norte e Leste da região Metropolitana de Maceió.

Os eixos binários servirão como alternativa à Avenida Fernandes Lima, visando desafogar o trânsito nesta via e funcionarão em formato de binários – duas vias paralelas, de mão única e sentido contrário – permitindo com que a população possa escolher qualquer um deles para se conectar com as partes baixa e alta da cidade.

O secretário de Transporte e Desenvolvimento Urbano, Mosart Amaral, conta que as obras devem estar prontas em seis meses.

“A previsão de término dessas obras é de seis meses. O fortalecimento de Maceió e região metropolitana se dará através dessas obras de mobilidade e elas são a base da construção de uma nova Alagoas, com uma nova realidade a todos”, ressaltou Amaral.

Thiago Tarell – Agência AL

20/09/16