Tarcizo seria atraso de 4 anos para Arapiraca, diz Adoniran Guerra

adoniramguerra

Um município se constrói, acima de tudo, com decisões tomadas com o pé no chão e a cabeça voltada para as planilhas de execução e os olhos para o horizonte.

Mas parece que não será assim, se o pré-candidato a prefeito Tarcizo Freire (PP) vir a se eleger, na ótica do empresário e principal articulador do grupo de oposição, o ex vereador por Arapiraca, Adoniran Guerra (DEM).

Em áudios vazados nas redes sociais, ele diz que é amigo do atual deputado estadual, mas sabe dividir as coisas. “Olha, eu acho que Tarcizo enquanto deputado e vereador tem até um papel para com Arapiraca. Agora, disso para ser prefeito ‘tem uma distância’ muito grande. A Prefeitura de Arapiraca não é brincadeira, não. Nós temos que ter responsabilidade para com o município. Não é lugar de fazer experiência […] de forma que amanhã tenhamos sequelas consideráveis e até assustadoras”, comenta ele.

Adoniran encabeçou um grupo ainda no ano passado e ele se fortaleceu, porém os ‘rachas’ começaram com algumas investidas negativas de Aurélia Fernandes (PSB). O pré-candidato a prefeito Rogério Teófilo (PSDB) também faz parte da turma.

Sem equilibro e preparo

Já Tarcizo Freire(PP) que é apoiado pelo senador Benedito de Lira, não quis entrar para o grupo, no entanto tentou puxar Aurélia para si. No fim das contas, quem é a pré-candidata a vice dele é outra vereadora: Fabiana Pessoa (PSC), que entrou porque simplesmente vai bancar sua campanha.

E, para o líder da oposição, Tarcizo  Freire eleito seria um atraso de quatro anos para Arapiraca.

“Não vamos ‘brincar’ por particularidade pessoal de ninguém. Temos quer pensar no macro. E Arapiraca é muito maior que isso! Ser candidato, qualquer um pode; é um direito constitucional. Agora, [seriam] quatro anos de atraso numa cidade como Arapiraca. Nós temos reflexos horríveis [de gestões passadas].

O Tarcizo pode ser prefeito um dia… Por que não? Mas, no atual momento, ele não tem equilíbrio e nem está preparado para tomar conta de uma cidade desse porte. Ela requer diversos conhecimentos, uma postura, um equilíbrio que, infelizmente, Tarcizo ainda não possui. Ele não está preparado intelectual e emocionalmente – e isso se reflete até na escolha dos seus assessores. E não o vejo amparado com as condições mínimas disso”, conclui Adoniran Guerra, nos áudios vazados, enfatizando o bem maior para toda a população.

bernadino

Diário Arapiraca

02/08/16