Transgênero que não tinha onde morar rouba banco para voltar à prisão

patricia

Uma transgênero de 59 anos foi protagonista de uma história inusitada no Oregon, nos Estados Unidos. Linda Patricia Thompson, que saiu da prisão em junho, roubou um banco na última sexta-feira, jogou todo o dinheiro para o alto e ficou esperando pela polícia no meio da rua.

O agente do FBI Tony Smith relatou nos documentos da prisão de Linda que ela entrou no banco e mostrou ao caixa um papel em que estava escrito: “Eu tenho uma arma. Passe todo o seu dinheiro”.

O homem entregou a ela alguns milhares de dólares que, ao deixar a agência bancária, ela distribuiu entre quem passava e jogou o resto para o alto. Quando a polícia chegou, a mulher estava sentada esperando para ser presa.

“Perguntaram o que estava acontecendo, e Thompson respondeu: ‘Eu só roubei um banco. Quero voltar para a prisão'”, escreveu Smith no registro de ocorrência.

Segundo o canal Fox News, o objetivo de Linda era voltar à prisão. Ela estava em condicional (contra sua vontade) e desde que deixou o centro de detenção, onde cumpria pena por roubo, não conseguiu vaga em nenhum abrigo. Depois de ser espancada nas ruas e ter os ossos da face quebrados, ela percebeu que estaria mais segura presa. Nesta terça-feira, Linda Patricia Thompson enfrentará uma audiência sobre o assalto a banco.

Extra

01/08/16